Recheio de palavras-chave

O que é preenchimento de palavras-chave e por que você deve evitá-lo (guia)

Na busca por alcançar classificações mais altas nos resultados dos mecanismos de pesquisa e vencer a concorrência, os proprietários de sites implementaram várias estratégias. Alguns deles não seguem as diretrizes éticas de SEO. Uma dessas práticas que despertou curiosidade e cautela é o “preenchimento de palavras-chave”.

No entanto, a verdade é que os dias de excesso indiscriminado de palavras-chave desapareceram. Mecanismos de busca como o Google ficaram mais inteligentes e se concentram apenas em mostrar conteúdo valioso aos usuários.

Neste artigo, abordaremos o conceito de preenchimento de palavras-chave e por que é aconselhável evitar essa técnica desatualizada. Vou descobrir as armadilhas do excesso de palavras-chave, incluindo como isso afeta a experiência do usuário, as classificações dos mecanismos de pesquisa e a credibilidade de sua publicação na web.

Você descobrirá por que evitar o excesso de palavras-chave é um movimento estratégico para o sucesso de SEO a longo prazo. Em vez de confiar em truques desatualizados, este guia ensinará várias alternativas que se alinham aos algoritmos de pesquisa modernos e atendem às expectativas do público on-line exigente de hoje.

O que é preenchimento de palavras-chave?

O preenchimento de palavras-chave é uma prática de SEO antiquada e antiética, em que alguém preencheria uma postagem de blog ou página da web com palavras-chave excessivas. As palavras-chave geralmente apareceriam de forma não natural e repetitiva. Em alguns casos, um editor da web adicionaria essas palavras-chave na parte inferior de um artigo e combinaria a cor do texto com o plano de fundo para “ocultá-las” dos usuários.

Nos primórdios dos motores de busca, essa técnica funcionava e era usada para manipular as classificações de busca. O objetivo era fazer com que uma página parecesse mais relevante para determinadas consultas de pesquisa. Não importava se o conteúdo não proporcionasse valor substancial aos usuários.

Hoje, os motores de busca evoluíram significativamente e empregam algoritmos complexos onde a experiência do usuário e o conteúdo de qualidade são as prioridades. O preenchimento de palavras-chave agora é classificado como uma técnica de SEO de chapéu preto e pode resultar em penalidades na classificação do mecanismo de pesquisa de um site e diminuir sua reputação online.

Leia mais sobre SEO

Por que você deve evitar o excesso de palavras-chave?

Embora o excesso de palavras-chave possa ter sido uma tática do passado, suas consequências adversas ainda se aplicam até o momento. Isso significaria que não só não funcionaria, mas também haveria consequências. Abaixo estão os motivos para evitar colocar palavras-chave em seu conteúdo:

Impacto negativo na experiência do usuário

  • Conteúdo ilegível: Se você encontrar algum conteúdo repleto de palavras-chave, não deixará de notar sua natureza estranha, forçada e antinatural. Esse conteúdo não consegue envolver os leitores e pode até impedi-los de permanecer no seu site.
  • Falta de valor: O preenchimento de palavras-chave é uma prática que foca na quantidade em vez da qualidade. O resultado é um conteúdo sem substância, relevância e informações úteis. É improvável que os visitantes encontrem o que procuram em uma página repleta de palavras-chave.
  • Experiência frustrante: Os usuários desejam conteúdo que atenda genuinamente às suas dúvidas e não algo escrito exclusivamente para mecanismos de pesquisa. Há uma grande chance de que eles não voltem a nenhum site cheio de palavras-chave.

Penalidades dos motores de busca

  • Rebaixamento da classificação de pesquisa: Algoritmos de mecanismos de pesquisa modernos podem identificar casos de excesso de palavras-chave. Além do mais, se as pessoas clicarem de volta sem ler o seu conteúdo, os motores de busca prestarão atenção. Quando detectadas, as páginas que empregam essa tática perderão sua classificação nas pesquisas.
  • Invisibilidade nos resultados da pesquisa: O uso excessivo de palavras-chave pode fazer com que os mecanismos de pesquisa sinalizem seu conteúdo como spam. Sua página pode ser totalmente removida e desindexada dos resultados de pesquisa.
  • Perda de tráfego orgânico: O tráfego orgânico é um dos tipos de tráfego altamente direcionados. Classificações mais baixas e visibilidade reduzida se traduzem em diminuição do tráfego orgânico e isso mata o potencial do seu site para atrair visitantes valiosos.

Diminuição da credibilidade e confiança

O preenchimento de palavras-chave dá ao seu conteúdo uma aparência pouco profissional e com spam. Quando os visitantes consideram seu conteúdo enganoso ou manipulador, a confiança deles em sua marca diminui. É mais provável que eles saiam do seu site e é improvável que retornem a ele.

Além do mais, o uso excessivo de palavras-chave não prejudica apenas a credibilidade do seu site, mas também a reputação geral da marca. Os usuários podem associar sua marca a práticas abaixo da média e antiéticas e isso significa que é menos provável que experimentem qualquer uma de suas ofertas.

SEO de curto prazo vs. SEO de longo prazo

SEO de curto prazo: ganhos rápidos, resultados fugazes

As táticas de SEO de curto prazo geralmente se concentram em melhorar rapidamente as classificações dos mecanismos de pesquisa e direcionar tráfego imediato para um site. Essas estratégias tendem a explorar aspectos específicos dos algoritmos dos mecanismos de pesquisa para obter ganhos fáceis.

Eles seguem principalmente o aspecto da quantidade em vez da qualidade. Embora estes hábitos possam produzir resultados visíveis a curto prazo, o efeito a longo prazo é questionável.

Além do preenchimento de palavras-chave, outras práticas de SEO de curto prazo são:

  • Backlinks de baixa qualidade: Isso significa fazer com que sites aleatórios e com spam tenham links para o seu conteúdo. Geralmente envolveria a troca direta de links ou compensação monetária.
  • Conteúdo fino: Conteúdo superficial refere-se a conteúdo superficial e pouco informativo com o único propósito de atrair tráfego de pesquisa. Você descobrirá que a maioria dos sites com esse tipo de conteúdo agrega pouco ou nenhum valor aos usuários.
  • Outras técnicas de chapéu preto: Existem táticas mais antiéticas que violam as diretrizes dos mecanismos de pesquisa, como cloaking, texto oculto ou esquemas de links. Essas técnicas podem resultar em penalidades severas.

SEO de longo prazo: o que fazer em vez de usar palavras-chave

As estratégias de SEO de longo prazo concentram-se em estabelecer uma presença online sólida, mesmo que isso demore algum tempo. Eles priorizam a experiência do usuário, conteúdo de alta qualidade e práticas éticas que seguem as diretrizes dos mecanismos de pesquisa.

Vamos falar sobre o que você precisa fazer para melhorar seu jogo de SEO e obter os resultados necessários no longo prazo.

Escreva conteúdo de qualidade

É aconselhável produzir apenas conteúdo valioso, informativo e envolvente que atenda às necessidades do seu público-alvo. Este conteúdo atrai tráfego orgânico e incentiva backlinks naturais. Como isso acontece é simples.

Em primeiro lugar, motores de busca como o Google notarão a qualidade do seu conteúdo e classificá-lo-ão bem nas páginas de resultados dos motores de busca (SERPs). As pessoas que encontrarem seu conteúdo passarão algum tempo interagindo com ele. Isso serve como um sinal para o Google de que os usuários adoram sua postagem e ela aparece em uma posição superior nas pesquisas.

Se a sua postagem estiver na primeira página, as pessoas que desejam criar um link para o tópico que você abordou irão escolhê-la. A razão é que estará convenientemente acessível na página 1 e isso também significa que eles não teriam motivos para duvidar da qualidade. É assim que você obterá backlinks naturais, significativos e específicos de nicho que agregam autoridade ao seu site.

Agora, vários Ferramentas de IA para geração de texto Estão disponíveis. Algumas pessoas podem argumentar que tais ferramentas “ainda não existem” quando se trata de produção de conteúdo de alta qualidade, preciso e focado no usuário. Ainda assim, você pode usá-los para gerar ideias de tópicos, escrever esboços e meta descrições amigáveis para SEO e até mesmo criar alguns parágrafos quando enfrentar um bloqueio de escritor.

Otimize seu conteúdo adequadamente

Em vez de adicionar muitas palavras-chave em locais aleatórios do seu conteúdo, existem maneiras de fazer isso da maneira certa. Eu já cobri a otimização de conteúdo tema no blog. Mas examinarei as melhores seções para colocar suas palavras-chave abaixo:

  • Títulos: Certifique-se de que a palavra-chave primária apareça o mais cedo possível no título.
  • Introdução: Coloque a palavra-chave primária e suas variações na introdução do seu artigo. É aconselhável colocar o termo principal nas primeiras frases.
  • Títulos: Coloque as palavras-chave em seus títulos, quando aplicável, sem usá-las demais.
  • Corpo: Insira suas palavras-chave primárias e secundárias em vários momentos do conteúdo de uma forma que pareça natural.
  • Meta Descrição: Adicionar algumas palavras-chave na meta descrição ajuda o Google e os usuários a entender do que se trata sua página. Aumenta as taxas de cliques.

Agora, inúmeras ferramentas de otimização de conteúdo podem tornar o trabalho mais fácil para você. Um exemplo é Surfer SEO (confira o lista completa de ferramentas de otimização).

O que acontece é que basta colar seu conteúdo no editor da ferramenta. A maioria deles fornecerá uma pontuação de SEO com base em como você usou palavras-chave e quão legível é o conteúdo, junto com seu comprimento (que é um fator de SEO). Você também receberá sugestões baseadas em dados sobre o que adicionar ou remover para garantir que seu conteúdo tenha uma boa classificação.

Estabeleça autoridade e experiência

A melhor maneira de estabelecer autoridade e experiência é cobrir um determinado tópico tanto quanto possível. Isso é o que se chama grupos de tópicos. Por exemplo, se você quer ser um nome conhecido em SEO (brincadeirinha, mas nada é impossível), você pode cobrir uma variedade de tópicos relacionados a SEO. Isso inclui pesquisa de palavras-chave, otimização on-page e off-page, SEO técnico, SEO local e muito mais.

Em seguida, você precisará vincular convenientemente todas essas partes do conteúdo. Dessa forma, os usuários podem permanecer em seu site e os mecanismos de pesquisa podem descobrir e recompensar seus esforços de construção de autoridade no assunto.

Crie backlinks naturais

Backlinks são importantes em SEO e podem influenciar suas classificações de pesquisa. Você descobrirá que a classificação das páginas principais para uma determinada palavra-chave quase sempre tem backlinks da mais alta qualidade, se não também o maior número de backlinks.

Você pode construir links naturalmente por meio de:

  • Postagem de convidado: Entre em contato com outros sites do seu nicho e ofereça-se para escrever artigos para eles com o seu link.
  • Reuniões de especialistas: Encontre as próximas postagens de especialistas em seu setor e apresente seus conselhos para publicação. Na maioria dos casos, você receberá crédito e um link para seu site. Você pode usar plataformas como o HARO para encontrar essas oportunidades.
  • Técnica de arranha-céu: Popularizado por Brian Dean, um especialista em SEO e fundador da Backlinko, essa estratégia envolve escrever conteúdo melhor do que o de seus concorrentes e, em seguida, pedir aos sites que criem links para ele. Você teria que convencer o proprietário do site mencionando o quão atualizado ou aprofundado seu artigo está em comparação com aquele ao qual ele criou um link.

Existem mais estratégias de construção de links. Faça o que fizer, certifique-se de que o link obtido seja de um site relevante e de qualidade.

Acompanhe seu desempenho

Acompanhar seu desempenho é a única maneira de saber o que funciona e o que não funciona. Você pode usar ferramentas analíticas para essa finalidade.

O Google Analytics é um dos melhores e também de uso gratuito. Você pode rastrear suas páginas principais e quanto tráfego obtém de várias fontes. O Google Search Console é outra ferramenta para rastrear seus cliques, impressões e posições.

Se você detectar uma queda nas classificações dos mecanismos de pesquisa, é sua função descobrir qual é o motivo e trabalhar para salvar a situação. Mas você também deve ter em mente que sites melhores que cobrem o mesmo tópico podem superá-lo. Você precisa continuar melhorando seu conteúdo a cada poucos meses ou conforme necessário.

Conclusão

Como você pode ver, o excesso de palavras-chave é um mau hábito contra o qual o Google e outros mecanismos de pesquisa são contra. Seria sensato ficar longe disso e seguir as estratégias alternativas de SEO que compartilhei no artigo.

Se você tem uma equipe de redatores e tem pouco tempo para verificar o excesso de palavras-chave, sinta-se à vontade para usar um verificador de densidade de palavras-chave. A maioria deles está disponível gratuitamente (como Ferramenta de verificação do SmallSEOTools).

Postagens semelhantes